terça-feira, 18 de junho de 2013

Resenha: Três Céus




Um romance nas alturas cheio de surpresas e muita turbulência. Esse é Três Céus, o livro do Enderson, que nos mostra o mundo da aviação e as pessoas que nele vivem sobre outros olhos. Depois que fui apresentada ao Lucas, a Patrícia e ao Fernando fiquei envolvida com suas histórias, cativada pelos seus sonhos, dividida em seus dilemas, temerosa por seus destinos e deslumbrada com suas vidas. Lucas, um comissário que vive em busca do amor. É romântico e determinado, busca incansavelmente por aquela a quem entregará seu coração. Não foram poucas as vezes que tomei suas dores e que fiquei na torcida tentando descobrir qual seria a certa. Patrícia, uma garota de Parati que sonha com muito mais do que sua pequena cidade tem a oferecer. Ela sai em busca de um sonho, conhecer o mundo. Passa pelo treinamento puxado para comissária e ganha São Paulo junto com seus amigos de profissão. Em tão pouco tempo sua vida terá grandes reviravoltas, tanto no amor quanto no profissional. Fernando, piloto experiente está voltando do exterior para as saudosas terras brasileiras. Em crise familiar, tenta conciliar sua vida profissional e seu casamento. Em determinado momento terá que lutar contra as tentações e decidir o que é mais importante.

Com tantos termos técnicos no início, a leitura se torna um pouco devagar, mas não demora muito a engrenar, quando isso acontece o leitor já está familiarizado com os termos e gírias do povo do ar. O autor narra com leveza o cotidiano da tripulação, nos conduzindo de forma sutil ao momento onde as diferentes histórias se entrelaçam de forma arrebatadora. E chega ao fim da mesma forma que começou, só que nos deixa com um gosto de quero mais.
 

Fora todo o romance, as histórias de companheirismo e amizade, o autor nos conta em detalhes toda a rotina dos comissários e pilotos. Mostrando de forma clara como realmente funciona a aviação no Brasil. A obra se divide em ficção e fatos reais, relata eventos importantes felizes e infelizes, de shows na orla carioca a desastre em Sampa. Enderson não perdoa e relata de forma imparcial a situação que passageiros enfrentam frequentemente, aeroportos cheios, voos atrasados... Não só os passageiros encontram dificuldades, mas os tripulantes também, pistas de pouso mal feitas, equipamentos ultrapassados... Complicações que estão longe de serem resolvidas.

O autor também busca com sua obra orientar os leitores, pessoas que utilizam este meio de transporte de forma regular ou esporadicamente, e que não entendem o porquê de determinadas regras e cuidados exigidos pelos tripulantes. Visando a segurança de todos a bordo e maior compreensão do trabalho dos comissários que treinaram arduamente para desempenhar esta função. Às vezes nos esquecemos, mas eles estão muito além de abrir portas e servir o lanche do avião, eles estão preparados para salvar vidas. 

O livro é maravilhoso. Em sua obra o autor responde a curiosidades sobre os aviões que geralmente nos perguntamos, mas raramente buscamos respostas. Ele nos conta que a vida dos comissários e dos pilotos também tem o seu glamour, tipo tomar café em São Paulo e jantar em Buenos Aires. Sair de São Paulo para curtir um evento na Zona Sul do Rio, ou até mesmo, só para comer Sushi e voltar no mesmo dia. São pessoas comuns, não são ricaços que podem fretar um avião particular ou um helicóptero quando desejarem. É uma história maravilhosa e super-recomendada.

1 comentários:

Bruna Manhães on 7 de setembro de 2013 22:20 disse...

Estou escrevendo um livro e postando os capítulos no meu blog, e gostaria muito de saber a opinião de vocês, visitem: http://segredosdab.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Comente neste post e faça essa blogueira feliz. O que você tem a dizer é muito importante!!! =P

 

Followers

Follow by Email

Visitas

FeedBurner

Ads Banner

Tecnologia do Blogger.
Copyright © 2009 Blogger Template Designed by Bie Blogger Template Vector by DaPino