quarta-feira, 22 de setembro de 2010

A Prova é a Testemunha


Sinopse: Os corredores do Fórum fervilham. Pessoas comuns, jornalistas, estudantes de Direito. Na rua, uma multidão. No plenário, todos sabem que serão longas horas, longos dias, em que cada um espera comprovar sua própria verdade. Ilana Casoy, que acompanhou o Caso Isabella Nardoni durante dois anos, se debruçou em pilhas e pilhas de papéis, sabe que aqueles serão dias em que poderá, enfim, deixar registrado o que se passou durante o júri. E é pelos olhos imparciais dessa especialista, pela transcrição dos fatos, porém repleta de emoção, que todos poderão conhecer o que se passou dentro do Tribunal até que se desse o veredicto. Um emocionante embate entre Defesa e Acusação, uma narrativa contundente, explícita, para todos os que querem conhecer as entranhas desse julgamento.
 



O livro traz o júri do começo ao fim. Cada capítulo é um dia de júri e traz, na íntegra, o que o Brasil inteiro queria ter assistido e não pode. Com eventuais comentarios da escritora, o julgamento é narrado de forma imparcial. Ilana Casoy se dedica ao estudo de crimes violentos e assassinatos em série. Entre seus livros publicados, há também O Quinto Mandamento, o caso de polícia da Suzane Richtofen (jovem condenada pelo assassinato dos pais), onde Ilana narra a investigação do caso que também acompanhou.


"O meu objetivo é contar um júri, a didática, o que acontece. Não é a vítima que faz a venda do livro. Eu não queria me utilizar de nomes ou sobrenomes em um caso onde eu estou expondo a verdade do que aconteceu, com riqueza de detalhes. Então, a ideia aqui era contar o júri, fazer chegar a todo mundo, mas ele é sobre o meu trabalho. É uma especialidade minha, profissional, onde eu colaboro, empresto e divido meu conhecimento com a polícia, com o Ministério Público, em casos muito complexos de crimes em série. Esse é um júri muito especial, onde havia uma negativa de autoria, mas há provas periciais muito importantes. Num momento em que a perícia está ganhando espaço, o júri não é mais tão argumentativo. Ele é em cima de provas. Esse era o caso ideal para contar. De fato, quem testemunhou o crime foi a prova."


Ilana Casoy em entrevista para o R7


0 comentários:

Postar um comentário

Comente neste post e faça essa blogueira feliz. O que você tem a dizer é muito importante!!! =P

 

Followers

Follow by Email

Visitas

FeedBurner

Ads Banner

Tecnologia do Blogger.
Copyright © 2009 Blogger Template Designed by Bie Blogger Template Vector by DaPino